Precisa de ter o Flash Player para poder visualizar correctamente esta página. Pode efectuar o download aqui
  Home Pesquisa Mapa do Site Acessibilidade  
Serviços de Informação Geográfica
Como fazer a compostagem?
MENOS LIXO, MELHOR AMBIENTE PARA TODOS
VAMOS FAZER COMPOSTAGEM?


A quantidade de lixo produzido é cada vez maior e, na maioria dos casos, o lixo doméstico é ensacado e levado para os contentores para que posteriormente seja recolhido e, por fim, encaminhado para um aterro ou uma incineradora. Desperdícios que num caixote de lixo indiferenciado, depositados diária ou semanalmente, enchem fácil e rapidamente os contentores. Contudo, podemos dar-lhe outro destino e reaproveita-lo nos nossos próprios quintais ou jardins, num compostor ou noutra instalação, que pode servir para fertilizar a terra e produzir biomassa.


O QUE É A COMPOSTAGEM?
A compostagem é um processo de decomposição biológica da matéria orgânica que resulta da acção dos microrganismos na mesma. A transformação dos resíduos ocorre principalmente através da acção dos microrganismos, podendo ser subdividida em duas etapas: uma física (desintegração) e outra química (decomposição). Na primeira ocorre a quebra mecânica dos resíduos, enquanto que na última, os desperdícios decompõem-se nas suas unidades estruturais básicas de acordo com a acção das enzimas extracelulares que posteriormente são absorvidas e oxidadas pelos microrganismos com a consequente produção de biomassa.


COMO OBTER UM COMPOSTOR?
Um compostor pode ser um recipiente em madeira, plástico ou rede ou um monte no chão. Pode também comprar um ou construir um reutilizando materiais.
Material necessário: 4 paletes (ou algumas ripas de madeira), pregos, dobradiças, martelo e luvas de trabalho.
Coloque as paletes na vertical e pregue 3 delas em “U”. “Feche” a estrutura, colocando dobradiças na última palete, de modo a fazer uma porta. Se arranjar uma 5ª palete, pouse-a em cima do compostor.


COMO FAZER COMPOSTAGEM?
Matéria verde + Matéria castanha + Oxigénio + Humidade

1ª Fase - Recolha de folhas, ervas, aparas de jardim e restos de comida;
Matéria Verde (rica em azoto)
Fruta, legumes, hortaliça, borras de café, pão, cascas de ovos esmagados, folhas e sacos de chá, cereais

Matéria Castanha (rica em carbono)
Feno, palha, aparas de madeira e serradura, aparas de relva e erva seca, folhas secas, ramos, cinzas de madeira (em poucas quantidades)

Como fazer compostagem?

Como fazer a compostagem? 2ª Fase – Preencher devidamente o compostor
1. No fundo do compostor, colocar ramos grossos ou palha para permitir a ventilação e o escoamento de água;
2. Colocar uma camada de materiais castanhos e outra de materiais verdes e, entre eles, um punhado de terra e repetir o processo;
3. Por cima coloque mais uma camada de materiais verdes e cubra-os com uma camada de materiais castanhos.

• A última camada deve ser de materiais castanhos para prevenção de maus odores e de proliferação de insectos e outros animais indesejados.
• Deve borrifar com água cada uma das camadas para que fique tudo húmido.

Não colocar no compostor 
-  Evitar: Gorduras, lacticínios, carne, peixe e marisco, cinzas em grande quantidade. 
-  Não colocar: pilhas, vidro, metal, plástico, medicamentos, produtos químicos, têxteis e tintas, excrementos de animais domésticos, plantas doentes.
Como gerir a compostagem?


4 REGRAS ESSENCIAIS:

1 - TEMPERATURA – sombra no verão e sol no inverno
Arranjar um local para o compostor que não seja nem muito quente nem muito frio. Por exemplo, colocar o compostor debaixo de uma árvore de folha caduca.

2 - CIRCULAÇÃO DE OXIGÉNIO
De forma a manter um nível adequado de oxigénio, podemos recorrer a tubos perfurados, revirar o composto periodicamente, usar arejamento forçado ou combinar alguns destes mecanismos. Para que haja boa circulação de oxigénio e para que os resíduos não fiquem compactados, basta colocar uma camada de ramos ou galhos no fundo do compostor.

3 - Relação Carbono/Azoto
É importante obter uma relação adequada entre carbono/azoto. Por um lado, se a relação inicial carbono/azoto for demasiado alta pode ser corrigida juntando ao composto materiais ricos em azoto. Por outro lado, se a relação inicial for demasiado baixa poderão ser misturados materiais ricos em carbono como, por exemplo, palha, serradura ou aparas de madeira.

4 - HUMIDADE
Se o composto estiver muito seco junte água e se estiver muito húmido junte palha, cartão ou folhas secas.


Quando e como utilizar o Composto?
Fazer composto é uma tarefa que demora algum tempo. Não se pode esperar conseguir bom dubo para as plantas em poucas semanas: o composto não é imediatamente utilizável. Existem dois tipos de composto: não maturado e maturado.
O não maturado origina-se passado dois a três meses de Compostagem, quando a matéria não se encontra ainda totalmente decomposta. O composto não maturado é bom para plantas e determinados vegetais. No entanto, não deve ser enterrado, pois entra em decomposição, formando maus cheiros e podendo destruir as raízes das plantas.
O composto maturado é bom para utilizar no solo como fertilizante (após cerca de nove meses de compostagem). Este tipo de composto deve ser misturado com a terra velha ou areia, pois sozinho pode ser muito forte e danificar as raízes. Deve ser utilizado no prazo máximo de um ano e deverá ser aplicado na Primavera ou no Outono (para não perder as qualidades).


O QUE GANHA COM A COMPOSTAGEM?
• Reduz as idas ao contentor;
• Diminui a parcela de resíduos que se coloca em aterro;
• Obtém adubo para as suas plantas a custo zero;
• Aumenta a qualidade dos produtos que cultivar;
• Serão mais saudáveis e livres de produtos químicos.


Fazer Compostagem é a forma mais sustentável para reciclar e valorizar os resíduos e pode ser praticado no seu próprio jardim ou quintal.


Sites úteis:

A Horta da Formiga
http://www.hortadaformiga.com

Quercus
http://residuos.quercus.pt/scid/subquercus/defaultarticleViewOne.asp?categorySiteID=325&articleSiteID=1668
http://www.quercustv.org/spip.php?article184

Câmara Municipal de Oliveira do Bairro
 
site_meteo


contactos | mapa do site | telefones úteis | farmácias | ligações úteis | sugestões
Apoios Aveiro Digital POSI FEDER
© 2007 Câmara Municipal Oliveira do Bairro - Portugal . Site Oficial